gototopgototop

Portal Luz para os Povos - Piracanjuba

Your Slogan Place Here

1
Featured

Notícias MLP_Piracanjuba

Profundidade de Deus

PDFImprimirE-mail Sáb, 16 de Abril de 2011 23:06

Lucas 8.22-39 

Como Jesus chamou seus discípulos para passarem para o outro lado da Galiléia, Ele hoje nos chama para irmos ao um novo nível de profundidade. Ele deseja que passemos para o outro lado, por isso chamou seus discípulos. Essa noite você vai experimentar um novo nível de profundidade em sua vida pelo poder de Deus. A parte de Jesus acalmar a tempestade é muito falada, e eu quero falar sobre isso em outra ocasião, mas hoje eu quero abordar a visão de Jesus em levar seus discípulos para um lugar diferente do costume deles, o outro lado.

Deus nos leva a lugares mais profundos e isso envolve nosso relacionamento com Ele e com as pessoas. Muita das vezes não entendemos o que é profundidade, o que é amor. Nosso conceito de amor é muito carnal é uma paixonite mundana. A morte de Jesus na cruz não foi uma expressão de paixonite, mas foi amor verdadeiro. O amor é um ato de vontade, é um estilo de vida, é uma escolha. Só ama que é intimo. Mas achamos que intimidade é sexo frágil. Um ele é intimo.

Achamos que ser intimo é tratar essa pessoa de qualquer jeito com desrespeito, achamos que intimidade é falarmos que amamos, mas não com atitudes, mas só com palavras sem raízes.

 

Então o Senhor nos leva a níveis mais profundos, mas para isso Ele não vai te dar um tênis confortável, nem um lugar na praia. Jesus não teve moleza. Deus trabalha em nós para aumentar nosso relacionamento com Ele e com as pessoas. Temos que amar as pessoas que nos confrontam que nos tratam com palavras duras, com ensinamentos que vem de Deus. Só vamos entrar em um nível mais profundo quando aprendemos a amar em uma medida maior.

 

Nosso nível de realidade. Jesus já havia feito muitas coisas, ensinava e trazia revelações. E nesse momento de sucesso e de conquista, Ele resolve passar para o outro lado. Se fosse hoje o que você diria? Em time que ta ganhando não se mexe Jesus. Não vamos mudar nada. Todos nós temos um nível de realidade espiritual: experiências, revelações, milagres, provisões; cada um em uma proporção. Quantas coisas aconteceram e estão acontecendo, mas o Senhor Jesus chega e fala: Vamos para o outro lado. Parece uma senha. Quando obedecemos a esse chamado parece que tudo começa a travar. O que estava dando certo começa a dar errado. (comecei orar mais, e piorou, comecei ir à célula agora não paro de brigar em casa, a rede esta difícil) é normal que as pessoas caminhem bem ate um momento de crise. Quando chegam as crises muitos retrocedem. A crise começa quando o sistema anterior não funciona mais, ai tudo é difícil. Vai haver mais pressão, tudo é mais caro, daí  muitos desistem por causa das circunstancias, pensam nos problemas e não querem passar para o outro lado com Jesus, ficam parados no mesmo lugar. Quando temos essa atitude o Senhor passa de nós. Não interessa quanto havíamos experimentado ainda temos que Segui-lo. As vezes não sabemos para onde vamos, mas temos que prosseguir, pois Jesus esta no barco. Devemos seguir em frente, mesmo difícil, temos que nos manter firmes.

 

O que é profundidade? Muitos têm o conceito que o lugar mais profundo é a onde tem mais poder, mais explosão. Mas o nosso conceito de profundidade não é o mesmo de Deus. Profundidade não é ficar deleitando na presença de Deus somente. O mover de Deus pode confrontar nossas preferências. Se não dispusermos a seguir o Senhor mesmo quando as coisas estiverem desagradáveis perdemos o mover. Antes do barco para eles passarem para o outro lado as coisas estavam boas para os discípulos, terra firme, provisão, segurança, mas no barco tudo ficou sem controle. Isso só ocorreu para mostrar que devemos depender Dele. Mais com a obediência tudo ficou mais difícil. Por que a obediência nos leva a depender de Deus. Jesus acalmou o mar. Aquele barco era o lugar mais seguro do mundo Jesus estava lá. Então profundidade nos fala primeiro de obediência, dependência e de total entrega.

 

O outro lado. O outro lado para o qual Jesus chamou seus discípulos era uma região chamada Decapolis, um grupo de 10 cidades localizada do outro lado do mar da Galiléia, onde houve o 1º cativeiro assírio. Nos cativeiros os assírios misturavam os povos, pois fazendo isso misturam os costumes e religiões. Por isso essa região era um verdadeiro misto de religiões, culturas e línguas

Os judeus tinham preconceito com esses povos, preconceitos parecidos com os nossos hoje em dia. Muitos de nós ainda temos preconceitos com parentes, amigos, vizinhos, que não tem o nosso estilo de vida. Mas Jesus levou os seus discípulos para o meio de um povo diferente que também necessitavam de se arrependerem e de conhecerem a Jesus. Para irmos mais profundos temos que amar mais. A profundidade fala de amor genuíno, sem nada em troca. Naquela cidade havia um rapaz que seu estado era terrível. Jesus também estava ensinando seus discípulos a andarem em total dependência de Deus, a andarem por fé e lidarem com um nível diferente de poder. Mais eles só tiveram essa experiência mais profunda por que obedeceram e passaram para o outro lado. Para o Senhor nos levar a um nível mais profundo, Ele nos dá um desafio maior para alargar a nossa fé e nossa experiência. Os judeus não gostavam daquele povo, não gostavam de lidar com demônios, não tocavam em cadáveres, não tocavam em nada morto, e abominavam porcos, pois para eles era um animal impuro. Jesus os levou para um lugar que havia tudo que eles não gostavam, um endemoniado que vivia em um cemitério e que foi liberto e os demônios foram para uma manada de porcos. Jesus os treinava assim, crescendo, enfrentando as adversidades da vida. As circunstâncias adversas são degraus para o nosso crescimento. Se pedimos profundidade temos que abandonar a vidinha fácil e entrar no barco com Jesus. Temos que estar na dependência Dele.

 

O resultado. O resultado que Deus espera e que possamos crescer em nossas atitudes, pois quando decidimos entrar no barco, optamos por obedecer. Profundidade não esta relacionada em apenas o nosso relacionamento com Deus, mas também com todos aqueles que convivem conosco, aqueles que gostamos muito e aqueles que não gostamos muito. Mais Jesus mostrou aos discípulos que eles entraram no barco com Jesus para salvar uma vida. Tudo isso aconteceu por causa da libertação daquele jovem, pois mais vale uma alma do que o mundo inteiro. Jesus passou isso para todos nós. Mais os carnais se rebelaram. Por que depois da cura daquele jovem toda aquela cidade e região mandaram Jesus embora, pois não queriam se envolver com Jesus e nem com seus ensinamentos. Rogaram para Jesus se retirar imediatamente. Mais o que Jesus fez para ele reagirem assim? Os fariseus tinham lá suas razoes teológicas, eles haviam ouvido Jesus dizer que era um com o Pai, se fazendo igual a Deus. Para eles Jesus comia com os pecadores, certa vez Jesus havia entrado no templo e chicoteado alguns quebrando mesas de pessoas que vendiam no templo, isso deixava os fariseus furiosos e apavorados com Jesus.

1º Mais aquele povo que controvérsias eles tinham para com Jesus? 2º Qual foi a questão que impediu de entrar no mover de Deus, recebendo Jesus? O que impediu foi o dinheiro. Aqui esta um modelo de pessoas que não experimentaram de Deus por causa do dinheiro. O dinheiro foi o real problema. O dinheiro foi a questão, o porqueiro ao ver os seus porcos afundado no mar correu para a cidade e contou a todos, na maneira que ele observou contou a sua perca com certeza a todos da cidade. Aquele homem não se importou com a libertação do jovem que estava antes possesso, ele deu somente atenção no que havia acontecido com seus porcos.

Então a cidade começou a pensar se valeria a pena Jesus entrar lá, pois e se Ele encontra-se mais endemoniados na cidade, ou enfermos seria para a cidade uma quebradeira total.

 

Rejeitaram a Jesus porque custaria muito caro entrarem no mover de Deus; o Senhor pode procurar outro lugar para exercer seu ministério. Aqueles povos não quiseram Jesus porque custou muito caro aquela libertação. E quanto vale uma vida?

A grande questão e se estamos dispostos a avaliar o custo e entrarmos no mover de Deus, para pagar esse preço alto. O preço da profundidade, do amor pelas vidas. Quando vamos para o outro lado, experimentamos o sobrenatural de Deus para libertar os cativos, para libertar os filhos espirituais, para levantar discípulos, para confrontar os poderes das trevas. Alcançaremos então discernimento, revelações, segurança em Deus. Muitos têm desejado profundidade, mas estão esperando o derramar de Deus. Mais o Senhor já derramou para muitos uma porção suficiente e agora Ele espera leva-la para o outro lado. a decisão e sempre nossa, queremos passar para o outro lado e entrar em um nível mais profundo ou queremos permanecer aonde estamos e ficar no mesmo nível sem experimentar mais do mover de Deus. O que eu tenho certeza é que o mover do Senhor vai passar por você que desejou não passar para o outro lado.


Baixe aqui os Slides desta palavra, clique na imagem: